Notícias

Bebê de 2 meses morre após ser deixado em casa com irmã de 2 anos, pais tinha saído pra beber, a criança acabou tendo… Ver mais

Tragédia abala Aparecida de Goiânia: Bebê de 2 meses morre em casa, sob os cuidados da irmã de 2 anos, enquanto a mãe, o pai e o padrasto saíam para consumir bebida alcoólica. A mãe, cujo nome permanece não revelado, encontra-se sob custódia policial, acusada de abandono de incapaz.

A lamentável situação está sendo investigada pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Aparecida, sob a supervisão da delegada Thaynara Andrade.

O triste episódio veio à tona quando o bebê foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Residencial Brasicon no domingo (14). A criança chegou à unidade ainda com sinais vitais, mas seu corpo já estava rígido, frio, azulado e apresentava sangramento no nariz.

A delegada Andrade ressalta que o médico tentou reanimar o bebê, porém, infelizmente, não foi possível salvá-lo. A causa da morte está sendo apurada aguardando o laudo do exame cadavérico.

Os envolvidos, mãe, pai e padrasto, foram encaminhados à delegacia após a trágica perda. A mãe, em depoimento à polícia, relatou ter deixado os dois filhos dormindo em casa e saído para consumir bebida alcoólica. Inicialmente, afirmou que ao retornar, notou que o bebê estava frio e o cobriu com um cobertor. Horas depois, ao voltar novamente, percebeu que a criança estava gelada, com sangramento no nariz, momento em que buscou ajuda dos vizinhos e a levou para a UPA.

A investigação continua, com a equipe médica da UPA sendo ouvida para esclarecer detalhes sobre como a criança chegou à unidade. A delegada enfatiza a importância de aguardar o laudo do exame cadavérico para compreender a causa da morte e se houve lesões que contribuíram para o trágico desfecho. Enquanto o pai e o padrasto foram ouvidos e liberados, a mãe permanece detida, enfrentando a acusação de abandono de incapaz com o agravante da morte.

O esclarecimento do caso requer a coleta de depoimentos de testemunhas e a análise detalhada das circunstâncias que levaram à fatalidade, conforme destaca a delegada Andrade.